ATENÇÃO: Este Blog tem conteúdo adulto, cenas de sexo e imagens proibidas para menores de 18 anos. Caso você não tenha 18 anos completo ou se ofenda com material pornográfico não continue a navegção. Clique aqui

sábado, 20 de junho de 2015

CAPA de JUNHO 2015


7 seções 

1- Matéria do mês
2- Extra da matéria
3- Arte de Corno
4- Chifradeiras e Corno em Foco
5- É coisa de Manso
6- Conto de Corno
7- Publicação Extra (para delírio dos cornos)

ATENÇÃO
Para ler a edição completa, navegue do início da capa do mês até a próxima capa (edição do mês anterior)

NOTA DA EDIÇÃO - JUNHO 2015

Amigo 
chapéu de touro e Amada Chifradeira.

Este mês estaremos diante do assunto que impede casais de experimentar a vida liberal, o medo de que a intimidade seja descoberta, a vida social sendo afetada pela vida liberal.


Humildemente, a Revista do Corno, dá algumas dicas básicas para que isso não aconteça, faz alertas e ao mesmo tempo brinda a cornitude real.



A dica principal é a de sempre.

Leia os textos, deguste as imagens, descarte o que não concordar e fique com as informações que se encaixam em sua vida.





Desejamos ao amigo de chifres e as Amadas Chifradeiras uma prazerosa leitura.



Equipe Revista do Corno
&
Blog Central de Corno

1- É COMPATÍVEL TER VIDA SOCIAL E VIDA LIBERAL ?

Três personalidades em uma só pessoa.

Essa seria a definição para a chave perfeita.


Personalidade é o conjunto das 

características marcantes de uma pessoa, é a 

força ativa que ajuda a determinar o 

relacionamento da pessoa baseado em seu 

padrão de individualidade pessoal e social, 

referente ao pensar, sentir e agir.





Falando das Amadas Chifradeiras, “três personalidades em uma só mulher”.

Personalidade é uma qualidade muito forte e exerce poder sobre o comportamento de uma pessoa, toma a frente nas atitudes cotidianas.

Uma personalidade “A” não costuma conviver com personalidade “B” ou “C”, maioria das vezes, a personalidade não respeita regras ou limites, sua força natural deixa marcas por onde passa e vestígios dos hábitos e preferências.


Após este preâmbulo, podemos enfim responder o tema dessa matéria.
É compatível ter vida social e Vida Liberal?

A resposta é SIM ! 

Para os casais com a vida sexual resolvida, fica a tônica de aprimorar atitudes e ações. 
Para os iniciantes ficam as dicas de como conversar com a(o) parceira(o).

Primeiro passo 
Tripé da Consciência.

O ponto de partida está no Tripé da Consciência:

- conhecer a si próprio (individualmente cada parte do casal)
- conhecer limites
- identificar quais os medos e preocupações que o assombram o casal (no dia a dia)




 Conhecer a si próprio

Viver uma vida dupla (liberal e social), tem seus riscos. 

Ter a capacidade desvencilhar-se de situações 

embaraçosas com naturalidade, maturidade e destreza, 

exige segurança e autoconfiança. Conhecer a si próprio 

está muito ligado manter-se seguro no chão em que pisa 

e também ter clareza das suas fantasias possíveis.







 Conhecer limites

Ter consciência do ambiente que circula em 

cada momento. Saber medir atos e 

consequências, avaliando o que pode fazer, o 

que deve ou não fazer. Conhecer limites inclui 

o conhecer o limite que seu parceiro espera 

de você. O conceito de “limite” já diz tudo, é a 

margem de segurança comportamental ou 

emocional.



 Identificar quais os medos e preocupações que o assombram o casal

Através da análise da RAZÃO, identificar quais 

são as situações embaraçosas que os deixarão 

em situação de constrangimento. Ter 

conhecimento das prováveis consequências lhes 

ajudará a conhecer antídotos que remediarão ou 

evitará atitudes incompatíveis com: dia, hora e 

local.




Segundo passo  - Tripla personalidade

Montado o tripé da consciência, é preciso que o casal tenha a sua personalidade natural (a real e ilibada) e crie mais uma (ou duas) personalidades fictícias. Como a seguir.


Uma personalidade verdadeira (real) e ilibada. Desta nunca 

se deve perder o foco, é à base de segurança, o porto 

seguro do casal. Um relacionamento não vive de 

putarias, vive da sua essência.




Uma personalidade imaginária (fantasiosa), aquela que o casal assumirá em momentos oportunos para pode viver as fantasias, safadezas e putarias da vida liberal, sendo esta de caráter temporário.

Uma dica legal é que comumente os casais utilizam Nicks (pseudônimos virtuais) para identificarem-se nos meios liberais. Aproveite estes Nicks e incorporem este personagem, distinguindo-o totalmente da vida real.



Uma terceira, que é opcional. É a personalidade para ambientes onde se deve manter a imagem de “ovelha” dando liberdade subliminar de que é possível rolar algo a mais. No mundo profissional por exemplo.



Cabe ressaltar que não se trata de mentira ou falsidade. Mas um 

personagem criado com finalidade de separar os dois estilos de 

vida e comportamento.






Crie um quadro com três conceitos. É como se estivesse dando limites a cada situação e coloque dentro de cada um como você(s) deve(m) para sentirem-se seguros.

Por exemplo:


SOCIAL
PROFISSIONAL
 (suprimimos comentários da parte técnica / competência)
INTIMA
(quando o casal está ou sai para lugares onde não há pessoas dos outros dois círculos/quadros
- comportar-se
Tradicional

- Vestir-se
decote discreto, as vezes colada ao corpo, as vezes recatada.
Desenvoltura: Descontraída, na conversa, mas sem aberturas para abusos; sem dar motivos para as vizinhas (invejosas e mal amadas) falarem dela.


- Tratar o marido ou esposa
Atenciosa, dedicada, parceira, amiga, cúmplice etc

- comportar-se
* bem parecida ao social, acrescentando alguns detalhes.

- Vestir-se
decote discreto, as vezes colada ao corpo, sempre marcando a calcinha.
Desenvoltura: Descontraída, na conversa, com aberturas para cantadas apenas para pessoas que inspiram confiança e em situações reservadas; sem dar motivos para as colegas de trabalho (invejosas e mal amadas) falarem dela.

- Tratar o marido ou esposa
Quanto maior a distância entre trabalho X marido, melhor! Não misturando essas duas áreas (social e profissional) é possível viver algum tipo de aventura com muita discrição (em viagens a trabalho, horas extras etc)
- comportar-se
De acordo com a fantasia do momento ou com o objetivo do passeio.

- Vestir-se
decote do sensual ao provocativo, coladas ao corpo ou soltas (para mostrar), preferência por tecidos finos (às vezes um pouco transparente), Short provocativo.
Desenvoltura: Descontraída quando quer ser “a presa” e decidida quando quer ser caçadora. Desinibida e sem medo ou vergonha de revelar suas fantasias ( fantasiar não quer dizer que vá transar)

- Tratar o marido ou esposa
Atenciosa, dedicada, parceira, amiga e cumplice. Livre, mas sem nunca esquecer do parceiro, nunca abandonar, exclui-lo e principalmente nunca ignorá-lo (é claro que existe fantasia em que o manso não está na cena do chifre consumado).

Social (amigos / parentes)                                Profissional

Vida Íntima do casal 




Comumente são essas três linhas de comportamentos (Social, Profissional e Vida Íntima do casal) que compõem a vida de um casal.

Chamamos a atenção para a forma de agir, vestir-se e comportar-se. Porque estas tornam-se viciantes e passam a serem comportamentos naturais do dia a dia. A separação é necessária para que os quadros não se choquem com o comportamento. E que, um comportamento não revele as intimidades da vida pessoal.



Sempre falamos aqui, que não há uma 

poção mágica para um casal de Corno 

Manso e Amada Chifradeira. Cada pessoa 

é exclusiva, cada casal tem suas regras e 

por isso tudo aqui dito são apenas dicas.








Divirtam-se com a cornitude.

Chifre foi feito para brincar.




Leia mais nas próximas 6 páginas desta edição !

2- EXTRA DA MATÉRIA - Junho/15

A Seção "EXTRAS da MATÉRIA, é uma extensão da matéria do mês e pode conter opiniões deste que vos fala ou de nossos leitores em relação a matéria principal /capa do mês. Talvez alguma imagem possa estar fora do contexto, mas é utilizada para dizer algo a respeito.

Boa navegação!

revista central de corno manso news-revista central de corno manso news \o/ revista central de corno manso news \o/ revista central de corno




Procure conciliar a forma de se vestir com o 

ambiente que vai frequentar naquele momento.


A roupa diz muito, sobre a personalidade íntima e 

intenções do momento.















Lembre-se que perder uma 

oportunidade é melhor que 

perder o controle da vida 

pessoal, profissional e 

principalmente amorosa.


* segura essa
periquita mulher !!!...rs







Nuca faltará macho querendo 

comer uma linda e Amada 

Chifradeira.


Tenha calma e pense com a cabeça de cima.









É natural que em algumas fantasias o 

corno manso não está presente. 

Porém...

Fantasiem juntos, programem-se 

juntos, cassem oportunidades juntos... 

Uma chifrada pensada a dois tem mais 

chances de felicidade.





Ninguém tem nada haver com a sua vida. Certo?


ERRADO!

O certo é “em partes”. 

Vivemos em sociedade. Comemos, bebemos, circulamos, trabalhamos, em função do coabitar.

Maioria dos frutos é parte do que somos socialmente.








Ninguém vive sozinho e isolado. O futuro é 

incerto à todos, por isso “separar as coisas só 

fará o bem”.













Para ele - Levar chifre é ótimo!

Para ela – Botar chifre é ótimo!

Para os dois – Com consentimento é 

maravilhoso!!!












Homem Corno,
tem chifre na  cabeça

Mulher chifradeira,
tem fogo na periquita

...Tá vendo! Tudo tem lugar 

certo.

Faça o mesmo com o seu

comportamento. Cada coisa 

no seu lugar.



É absolutamente normal, ser ao mesmo tempo:

casal tradicional

marido, esposa, mãe, filha, 

vizinha, profissional

&

casal com vida reservada

corno manso, chifradeira, 

curtir ménage, ser safadinha 

em viagens










Fantasias devem ser sonhadas e 

discutidas entre o casal.

As que forem comuns ao casal, devem ser 

realizadas.














Não é só de penetração que vive um 

chifre.

Um corno manso se sente alimentado 

até com pequenos gestos










Dama na sociedade

– CHIFRADEIRA na cama

Homem honroso na sociedade 

– CORNO MANSO na cama

Casal exemplar na sociedade 

– CASAL SAFADO na cama





3- ARTE de CORNO

Seção "ARTE"
Aqui postaremos imagens tratadas como arte, desenhos do gênero cornal, coisas e situações que com bom humor ou mostrando a habilidade de quem sabe fazer arte.


Boa navegação!
revista central de corno manso news-revista central de corno manso news \o/ revista central de corno manso news-revista central de corno manso

Este mês trazemos montagens totalmente amadoras, mas que passam mensagens totalmente diferentes.

Percebam com as vezes pequenos detalhes fazem toda a diferença.

* Vejam que interessante, é a mesma foto!






As duas vestes poderiam ser utilizadas por uma amada chifradeira.

Porém o local onde ela frequentar é que decidira qual delas seria mais adequada.


* atenção: Nada muda...
Tu É Corno!






Vejam a mesma condição acima.

Imagine:

1- utilizar em um barzinho longe de casa

2- utilizar em um encontro social







Parecem simples ao olhar desatento.

Mas no olhar de um macho comedor, ele diria...


1- Só pode ser mulher de
Corno Manso

2- É safada.



* percebeu a diferença?!?!







Aqui temos a mesma situação que acima.

Nas duas situações o macho comedor, vai chegar, vai cantar, mas na segunda situação, ele tem a dica " Se o marido permite, é porque é corno!"

Isso facilita tudo!




 
Notem...

O cara pode ser Corno em qualquer uma das imagens.

Mas na segunda, fica declarado sua condição.









Mais uma vez, a imagem é a mesma.

Uma
dá conotação de que o "fotografo" além de levar o chifre é um 
puta corno manso"

Outra
 expressa a felicidade pelo chifre






Perceba que em uma imagem temos uma transa comum.

Já na outra...

Tu É Corno !




Amada Chifradeira & seu Corno manso                 A mesma imagem com sentido                                                                                                                        totalmente diferente





Quem bateria uma foto dessa?

Certamente, qualquer homem apaixonado...


...na outra, somente um Corno Manso!







Vejam que interessante!!!

Um simples objeto no quarto muda totalmente o sentido da cena.



Se você estivesse no trabalho
Imagine que sua amada lhe enviasse uma dessas duas fotos (celular)

Percebe que uma diz claramente e outra dá margem para imaginar o que você quiser?!?!